Não podendo mudar tudo do mundo num único instante… poderemos dar pequenos passos rumo a um mundo melhor para todos
Quinta-feira, 19 de Março de 2009

Ontém porque o cansaço era muito deitei-me com as galinhas, o que me possibilitou acordar às 4h da manhã para poder desfrutar do silêncio da madrugada para trabalhar. Pude observar as estrelas que vigiam a noite, os milhares e milhares de pontos brilhantes espalhados por um fundo negro que lhes possibilita uma luz incomparável! Agora o sol nasce lá fora e com ele se renova o círculo da circularidade do dia que agora começa e que logo mais à noite, acaba por nos levar da luz à escuridão, para mais tarde nos devolver a luz.

 

 

 

 

 

Pyramides

Soleil d´Afrique

 

A vida do dia de todos os dias é um círculo. Inicia-se com um "bom dia" e finaliza-se com um "até já!" do Zé-Luís.

 

Quando era miúda o meu avô chamava ao Sol, Zé-Luís. "Olha filhinha já lá vem o Zé-Luís", referindo-se à sombra que não tardava a abrigar-se na copa das árvores. Esse Zé-Luís que embora se situa a milhões de km de distância nos aquece em dias de frio, nos aborrece em dias de calor e é o mais desejado quando as nuvens teimam em o guardar só para elas. Esse Zé-Luís responsável pela alegria de uns em dias de praia e pela tristeza de outros que têm que se contentar em observá-lo, através das grandes janelas dos escritórios situados num qualquer 6º andar de uma grande multinacional.

 

 

 

P.S. a música é especialmente dedicada a todos aqueles que, como eu, têm uma paixão por África! Aos que por lá estão, aos que por lá passaram e àqueles que regressarão em breve ;) 

publicado por M.M. às 06:09
tags:


Março 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
14

15
17

22
23
25
26
27
28

29
31


Go revolution
Join Greenpeace 7 Step Climate Campaign
Em acção
www.greenpeace.pt
mais sobre mim
as minhas fotos
pesquisar
 
as minhas fotos