Não podendo mudar tudo do mundo num único instante… poderemos dar pequenos passos rumo a um mundo melhor para todos
Sábado, 20 de Junho de 2009

 © JVieira

 


Quase mil milhões de pessoas passam fome devido à crise global de alimentos e o problema tem que ser resolvido à luz dos direitos humanos, afirmou um especialista das Nações Unidas.
Olivier De Schutter, Relator Especial sobre o direito à alimentação, disse que apesar de os preços dos alimentos terem baixado «a crise continua connosco» e o número dos famintos continua a aumentar.
De Schutter adiantou que normalmente os órgãos internacionais advogam o aumento da produção de alimentos mas esquecem os direitos humanos.
O relator explicou que o problema real da fome não está relacionado com a falta de comida, mas com o facto de que muitos não terem meios para a comprar.
De Schutter salientou que a fome é um problema político relacionado com uma governação pobre.
publicado por M.M. às 17:09

"a fome é um problema político relacionado com uma governação pobre"...
pobre e acrescentaria políticas egoístas, viradas para o próprio umbigo e sempre à procura de mais e mais valias...sem dar nada à troca...ou quando dão é só falsidade...
heidi a 22 de Junho de 2009 às 19:51



Junho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
13

14
15
18
19

21
23
26
27

28
30


Go revolution
Join Greenpeace 7 Step Climate Campaign
Em acção
www.greenpeace.pt
mais sobre mim
as minhas fotos
pesquisar
 
as minhas fotos