Não podendo mudar tudo do mundo num único instante… poderemos dar pequenos passos rumo a um mundo melhor para todos
Quarta-feira, 23 de Abril de 2008

O Tratado de Lisboa foi hoje aprovado no Parlamento português com os votos favoráveis do PS, PSD e CDS-PP e com votos contra dos restantes partidos, que criticaram a ausência de um referendo e as "perdas de soberania" nacional. No final da votação, os deputados do PS e do PSD aplaudiram de pé a aprovação da proposta de resolução do Governo.

 

 

O primeiro-ministro abriu hoje a sessão plenária que ratificou o Tratado de Lisboa na Assembleia da República vincando que existe “um grande consenso político e social em torno do Tratado de Lisboa”.

 

É caso para dizer. Importa-se de repetir?

Já sabemos que o sr. engenheiro tem uma ideia do país completamente oposta da da maioria dos portugueses. Só ainda não o sabia tão sabedor do que se passa no país.

 

Caso o sr. engenheiro não saiba... Há muito bom português que nem sequer faz ideia de que existe uma Constituição Europeia, perdão Tratado de Lisboa muito menos sabe o que nele está escrito.

 

A sério que da próxima vez que for ao oftamologista lhe hei-de pedir para que p.f. me coloque nos óculos as mesmas lentes com que os nossos políticos veêm o país. Eu juro que por mais que me esforço não consigo ver onde é que está esse consenso.

 

Deve ser concerteza o novo acordo ortográfico que para além dessa mesma ortografia deve ter mudado o significado das palavras. Quer então dizer que "consenso social e político" é agora qualquer coisa que não é debatida e matéria sobre a qual o zé portuga não se deve pronunciar?

 

Acrescenta ainda o nosso primeiro que a ractificação por via parlamentar do novo Tratado de Lisboa na véspera do 25 de Abril é "uma forma particularmente feliz de comemorar a revolução democrática"

publicado por M.M. às 23:45
sinto-me:


 

 

Lembro-me perfeitamente de ser miúda e ser apresentada aos livros através da Anita e um domingo diferente! Ainda hoje guardo esse meu primeiro livro, ele é quase como mais um amigo de infância.

 

 

 

A partir daí fui sendo apresentada a outros livros! Também nunca me hei-de esquecer quando "roubei" ao meu irmão mais velho A vida de Marconi e a Menina da Cidade, lembro-me de com uns 10 anitos os ter lido aos dois quase de enfiada... É certo que não percebi metado do que li, mas ficou-me esse gosto pela leitura.

 

 

Hoje leio de tudo. Desde que seja boa literatura e bem escrita.

 

 

Neste momento tenho na minha cabeceira. Terra Sonâmbula de Mia Couto e Globalização, Democracia e Terrorismo de Eric Hobsbawm.

 

 

 

Independentemente daquilo que se lê o importante é mesmo ler.

Boas leituras para tod@s.

publicado por M.M. às 22:54


Abril 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
17
18
19

20
22
25
26

28


mais sobre mim
as minhas fotos
pesquisar
 
as minhas fotos
subscrever feeds